Paulo Cunha

Currículo

Paulo José Bastos da Cunha é graduado em Direção Teatral pela Universidade Federal da Bahia (1983) e tem especialização em Cenografia também pela Universidade Federal da Bahia (1987). Desde 1992 é professor da Universidade Federal da Bahia, atuando tanto no ensino da Direção Teatral assim como no da Interpretação Teatral. Suas atividades acadêmicas estão sobretudo vinculadas ao Curso Livre de Teatro da UFBa, projeto permanente de extensão, onde tem desempenhado em inúmeras edições as funções de coordenador administrativo e pedagógico, professor de Interpretação e Improvisação Teatral, encenador e cenógrafo. Tanto no Curso Livre de Teatro, assim como em suas demais experiências profissionais como encenador, tem se dedicado à montagem de autores nacionais, especialmente as obras dramatúrgicas de Nelson Rodrigues, oito delas já encenadas: “Dorotéia” (1987), “Valsa Nº6” (1988), “Album de Família” (1996), “Senhora dos afogados” (1997), “O Beijo no Asfalto” (2003 – Prêmio Braskem de Teatro de Melhor Direção), “Otto Lara Resende ou Bonitinha, Mas Ordinária” (2004), “Boca de Ouro” (2005) e “Vestido de Noiva” (2010). Paulo Cunha também é dramaturgo, autor e adaptador de obras literárias que também foram por ele encenadas: “O Alienista” (1982), “Adivinhe Quem Vem Para o Chá das Cinco” (1984), “Os Velhos Marinheiros” (1998), “A Farsa Veríssima” (2002) e os musicais “Cabaret Brasil” (1986), “Cabaré Brasil I” e “Cabaré Brasil II” (1995) e “Carmen Miranda, Um Coração Brasileiro” (2007). Atua também na direção de shows e eventos, destacando-se a realização anual do “Cortejo 2 de Fé”, no dia 02 de fevereiro, cortejo cênico em homenagem a Iemanjá.

Link Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1400876860981956

Linhas de Pesquisa/ Áreas de atuação

Direção teatral
Cenografia
Dramaturgia
Interpretação teatral

Disciplinas

Direção de Montagem
Cenografia
História do Teatro Universal
Indumentária
Prática de Ensaio
Metodologia da Encenação
Preparação do Ator
Fundamentos do Processo da Criação Cênica